Lula convocou a militância a trabalhar pela vitória do correligionário (foto Divulgação)

Lula convocou a militância a trabalhar pela vitória do correligionário (foto Divulgação)

Em clima de festa, com a participação de mais de 10 mil pessoas no Parque de Exposições Agropecuárias de Salvador, foram homologadas ontem (27) as candidaturas de Rui Costa a governador, de João Leão a vice e de Otto Alencar a senador. A presença da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula aumentou a animação de grupos organizados que foram à convenção.

O evento reuniu militantes, deputados, prefeitos e lideranças dos partidos que apoiam o nome de Rui Costa para o governo. As legendas que realizaram suas convenções nesta sexta foram o PT, o PP, o PDT, PSD, PCdoB e o PTB, restando ainda o PR formalizar seu apoio ao candidato petista.

Num discurso emocionado, Rui Costa desconsiderou as pesquisas de intenção de voto divulgadas até o momento e afirmou estar confiante em uma vitória sobre os adversários ainda no primeiro turno. Garantindo que os militantes foram à convenção “sem receber dinheiro e sim por amor, confiança e agradecimento aos benefícios recebidos durante as administrações do ex-presidente Lula, da presidente Dilma Rousseff e do governador Jaques Wagner”, Rui mencionou realizações do atual governo, como o Água para Todos, “que deu acesso à água potável, de boa qualidade, a 4 milhões de baianos”, além de cinco novas universidades federais na Bahia,  construção e recuperação de 8 mil quilômetros de estradas e a entrega de 180 mil residências próprias, até dezembro, pelo programa Minha Casa Minha Vida.

O candidato ao governo do Estado entregou à presidente Dilma Rousseff um exemplar do seu Programa de Governo Participativo, informando que ali estava o resultado da participação de mais de 50 mil pessoas de toda as regiões da Bahia, com as ações que pretende implementar, de forma prioritária, a partir de janeiro de 2015, caso vença as eleições.

Related Post