Decisão do STF sobre afastamento do senador dividiu  senadores. Foto: Agência Senado

O Senado decidiu nesta terça-feira (3), por 50 votos favoráveis e 21 votos contrários, adiar a análise sobre a decisão da primeira turma do Supremo Tribunal Federal, que afastou o senador Aécio Neves (PSDB-MG) das funções parlamentares e determinou a sua permanência em casa no período noturno. A votação do Senado sobre a questão está prevista para o dia 17 de outubro.

O Plenário do Supremo deve votar no dia 11 recurso contra a decisão da primeira turma. O presidente do Senado, Eunício Oliveira, explicou que, com o adiamento, espera que “a própria Corte, em seu poder de auto-tutela, revise, por meio do pleno, uma decisão adotada por uma de suas turmas”.

 

 

 

Related Post