WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Polícia’

PALHAÇO ACUSADO DE ESTUPRAR JOVEM É PRESO EM ITAMARAJU

Jamisson Brito dos Santos foi preso no Bairro Corujão, às margens da BR 101. Foto: Divulgação

Um homem que trabalha como palhaço de circo foi preso neste domingo (9) em Itamaraju, suspeito de estuprar uma jovem de 21 anos que sofre de distúrbios mentais. Jamisson Brito dos Santos foi detido por policiais militares quando tentava fugir da cidade e conduzido para delegacia de Teixeira de Freitas.

Segundo as informações, o crime aconteceu no sábado (8) dentro do circo, que faz temporada na cidade, e foi denunciado pela própria jovem. Logo após ela relatar o fato, moradores tentaram linchar o suspeito, que conseguiu escapar.

A vítima foi encaminhada ao hospital municipal de Itamaraju, onde recebeu tratamento e ainda deve passar por outros exames nesta segunda-feira (10).

DROGAS SINTÉTICAS AVALIADAS EM R$ 100 MIL SÃO APREENDIDAS EM JEQUIÉ

Foto: Divulgação

Drogas sintéticas apreendidas seriam comercializadas em festas de Jequié.

Drogas sintéticas, avaliadas em R$ 100 mil reais, foram apreendidas por policiais da Delegacia Territorial (DT) de Jequié, na tarde desta quinta-feira (29), durante a Operação Saccharum. Três traficantes também foram presos na ação.

Lucas Lino de Araújo Santos, de 25 anos, Carlos Henrique Melo da Silva, 18, e Ian Nikson de Jesus Teles, 19, foram flagrados com os entorpecentes no centro da cidade. O trio confessou que a droga seria vendida em festas em Jequié e municípios vizinhos.

De acordo com o titular da DT/Jequié, delegado Moabe Macedo Lima, os traficantes foram localizados após investigações da equipe da unidade. O LSD, além da maconha e skank apreendidos na operação, será encaminhado para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

MPF DENUNCIA LULA POR LAVAGEM DE DINHEIRO

Investigações apontam que ex-presidente intermediou negócios de empresa brasileira na Guiné Equatorial e recebeu pagamento de R$ 1 milhão, disfarçado de doação para o Instituto Lula Foto: AFP

A Força Tarefa da Operação Lava Jato em São Paulo denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo crime de lavagem de dinheiro. Segundo a denúncia, usufruindo de seu prestígio internacional, Lula influiu em decisões do presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, que resultaram na ampliação dos negócios do grupo brasileiro ARG naquele país africano. Em troca, o presidente teria recebido R$ 1 milhão dissimulados na forma de uma doação da empresa ao Instituto Lula.

Além de Lula, o Ministério Público Federal denunciou o controlador do grupo ARG, Rodolfo Giannetti Geo, pelos crimes de tráfico de influência em transação comercial internacional e lavagem de dinheiro. Os fatos ocorreram entre setembro de 2011 e junho de 2012. Como Lula é maior de 70 anos, o crime de tráfico de influência prescreveu em relação a ele, mas não para o empresário.

Pelas investigações, a transação começa entre setembro e outubro de 2011. Geo procura Lula e solicita ao ex-presidente que interviesse junto ao mandatário da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, para que o governo daquele país continuasse realizando transações comerciais com o Grupo ARG, especialmente na construção de rodovias.

As provas do crime denunciado pelo MPF foram encontradas nos e-mails do Instituto Lula, apreendidos em busca e apreensão realizada no Instituto Lula em março de 2016 na Operação Aletheia, 24ª fase da Operação Lava Jato de Curitiba.

:: LEIA MAIS »

ITABUNA: PRESO TRAFICANTE QUE CULTIVAVA MACONHA EM CASA

Foto: Divulgação

Pés de maconha e uma arma de fogo foram localizados com Marcos Felipe Cruz Fortes de Oliveira, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, realizado por policiais da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), na quarta-feira (21), em Itabuna.

Autuado em flagrante, o traficante foi localizado em uma casa, no bairro São Pedro. Marcos Felipe será encaminhado para audiência de custódia, enquanto o material apreendido segue para perícia, no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

OPERAÇÃO DESARTICULA ESQUEMA QUE SONEGOU R$18 MI EM ICMS NA BAHIA

Foto: Alberto Maraux/SSP-BA

Um esquema que causou prejuízo de R$ 18 milhões aos cofres do Estado nos últimos quatro anos foi desarticulado nesta quinta-feira (22), pela Operação Mosaico, deflagrada por força-tarefa formada pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), Polícia Civil e Secretaria da Fazenda (Sefaz-BA).

A ação cumpriu três mandados de prisão e oito de busca e apreensão em Salvador e Camaçari. O alvo principal foi a empresa varejista de pedras naturais Gabisa, acusada de não repassar aos cofres públicos o valor do ICMS cobrado de clientes e declarado ao fisco. Por deixar de fazer o pagamento do Débito Declarado, a empresa foi classificada como “omissa contumaz”.

O esquema de sonegação envolvia também a criação sucessiva de empresas no mesmo ramo de atividade, que funcionavam por curtos períodos de tempo, bem como a utilização de sócios laranjas, para que o débito constituído fosse direcionado para pessoas de baixa capacidade econômica e financeira, na maioria das vezes empregados ou ex-empregados das empresas constituídas. Atualmente, o nome fantasia em atividade da empresa é Dipedrarochas Naturais.

De acordo com os integrantes da força-tarefa, além da intenção de burlar o fisco estadual, as práticas fraudulentas contribuíram para desestabilizar o mercado, ao configurarem concorrência desleal, e ainda permitiram aos envolvidos acumular patrimônio de forma irregular, configurando crimes contra a ordem tributária, conforme a Lei Federal nº 8.137/90. :: LEIA MAIS »

OPERAÇÃO COMBATE CRIMINOSOS QUE FRAUDAVAM DADOS DE VEÍCULOS EM TRÊS ESTADOS

Operação da PRF. Foto: Divulgação

Uma operação com o objetivo de desarticular organizações criminosas especializadas em modificações e alterações ilegais de veículos e em dados cadastrais veiculares junto aos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans) da Bahia, Espírito Santo e Minas Gerais foi deflagrada nesta quarta-feira (21), nos três estados. A ação, denominada Operação Raptores, é feita pelos Ministérios Públicos estaduais, por meio dos Grupos de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECOs), e pela Polícia Rodoviária Federal da Bahia, Espírito Santo e Minas Gerais.

Estão sendo cumpridos 36 mandados de prisão, busca e apreensão nos três estados. Na Bahia, foram cumpridos seis mandados de prisão temporária e nove mandados de busca e apreensão nas cidades de Teixeira de Freitas, Itamaraju, Alcobaça e Prado. A investigação foi iniciada há quase 10 meses e identificou a existência de associações criminosas que atuavam alterando ou modificando informações de veículos de forma ilegal e inserindo essas modificações nos sistemas dos DETRANs. Além da PRF baiana, o trabalho é realizado por promotores de Justiça e policiais militares do GAECO e por promotores que atuam em Teixeira de Freitas, Itamaraju, Eunápolis e Prado.

PREVIDÊNCIA ALERTA PARA NOVO GOLPE DE ESTELIONATÁRIOS

Previdência alerta que nunca faz contato por carta.

Os servidores públicos devem estar atentos a um golpe que vem sendo aplicado por estelionatários. Por meio de carta e de contato por telefone, os criminosos fingem ser empregados da Previdência Social e alegam que as vítimas teriam direito a receber restituições referentes a pagamentos previdenciários indevidos.

Os criminosos afirmam ser da “União Nacional dos Servidores Público (sic) Federal (sic)” e da “Federação Nacional de Previdência Privada”. Nas cartas, consta um número de telefone de São Paulo. Ao entrar em contato, as vítimas são orientadas a realizar um depósito bancário para agilizar a liberação da restituição.

A Secretaria de Previdência reforça que não cobra taxas para execução de serviços do órgão e que as restituições, quando devidas, são um direito dos servidores. Por isso, os servidores não têm que pagar qualquer valor para recebê-las. Além disso, a Previdência também ressalta que nunca faz contato por carta ou cobra pelos atendimentos.

Quem tiver sido vítima dos estelionatários deve procurar a Polícia Civil para registrar o boletim de ocorrência.

OPERAÇÃO ‘ESPELHO’ DESARTICULA ESQUEMA DE FRAUDES EM IMPORTAÇÕES EM SALVADOR

A operação é uma ação conjunta da PF e RFB. Foto: Divulgação

A Polícia Federal e a Receita Federal realizam ação conjunta nesta terça-feira (13), visando desarticular esquema de fraudes em importações identificado no Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães, em Salvador.

Cerca de 30 policiais federais cumprem sete mandados de busca, expedidos pela Justiça Federal baiana, em empresas e nas residências dos investigados. As diligências, que contam também com a participação de 16 servidores da Receita Federal, estão sendo realizadas em Salvador, Bahia, e em Belo Horizonte, Minas Gerais.

As investigações iniciaram em junho de 2017, quando a Receita Federal constatou, no aeroporto de Salvador, que uma carga proveniente de Miami – EUA, cujos documentos de importação declaravam tratar-se de máquinas cortadeiras domésticas, continha, na verdade, celulares, aparelhos oftalmológicos, drones, óculos, equipamentos eletrônicos e vinhos, no valor total de mais de R$ 10 milhões.

Além da falsidade quanto ao conteúdo da carga, verificou-se também que os verdadeiros importadores eram diversos da empresa declarada, a qual, suspeita-se, além daquela operação, teria sido utilizada para acobertar diversas outras importações fraudulentas, cujos valores podem chegar próximo dos R$ 400 milhões. :: LEIA MAIS »

SUL DA BAHIA É ALVO DE OPERAÇÃO DA PF CONTRA FRAUDES EM LICITAÇÕES

PF combate organizações criminosas especializadas em fraudes a licitações. Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (6), simultaneamente as Operações Sombra e Escuridão e Elymas Magus, objetivando desarticular duas organizações criminosas especializadas em fraudes a licitações e desvio de recursos públicos, que atuavam em diversos municípios da região sul da Bahia.

Estão sendo cumpridos 13 mandados de prisão preventiva e 50 mandados de busca em diversas cidades baianas, dentre as quais Itabuna, Ilhéus, Aurelino Leal, Camamu, Ibirapitanga, Igrapiúna, Itabela, Ituberá, Santo Antônio de Jesus, Ubaitaba e Ubatã. Cerca de 115 policiais federais e mais 24 auditores da Controladoria Geral da União participam da ação.

As investigações referentes à Operação Sombra e Escuridão tiveram início há pouco mais de um ano, a partir de suspeitas envolvendo os sócios de duas empresas sediadas em Igrapiúna, que, não obstante haverem participado de licitações e recebido vultosos pagamentos de diversos municípios (em contratos de obras, locação de veículos e transporte escolar) eram também beneficiários do programa Bolsa Família, do Governo Federal. Logo se constatou tratar-se de organização criminosa bem estruturada, que operava com pelo menos quatro empresas constituídas em nome de laranjas, com a finalidade de fraudar licitações. :: LEIA MAIS »

OFICIAL DE JUSTIÇA MORRE APÓS PERDER CONTROLE DE CARRO E VEÍCULO CAPOTAR NA BA; EX-COLEGA DE TRABALHO FICOU FERIDO

Liraci é ex-funcionário da Ceplac e estava atualmente no TRT-BA. Foto: Reprodução

O oficial de justiça do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-BA), Liraci Ribeiro de Araújo, de 54 anos, morreu nesta terça-feira (10) após perder o controle o carro que dirigia e capotar na estrada principal da sede regional da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), localizada na BR-415. Também estava no veículo o amigo e ex-colega de trabalho, Geraldo Meireles, atualmente chefe do setor de registro pessoal da Ceplac, foi socorrido e está internado no Hospital Calixto Midlej Filho sem risco de morte.

De acordo com as informações, Liraci, que é ex-funcionário da Ceplac, tinha ido ao local para dar carona a Geraldo; ambos também frequentavam a mesma igreja. Os dois haviam almoçado juntos pouco antes do acidente.

Testemunhas disseram que o carro invadiu a pista contrária e, em seguida, saiu da pista e foi parar em meio a uma plantação de cacau, onde capotou. Liraci morreu ainda no local do acidente. Ele era morador de Itabuna, era casado e não tinha filhos. :: LEIA MAIS »

PREFEITURA DE ITABUNA PRORROGA PRAZO DO REFIS

Foto: Divulgação

O prefeito de Itabuna prorrogou, através do decreto 12.703, o prazo do Programa de Recuperação Fiscal – Refis 2017, que permite aos contribuintes em débito com o IPTU, ISS e taxas diversas com o município cujo vencimento tenha ocorrido até 31 de dezembro do ano passado quitarem suas dívidas com o fisco municipal. O prazo termina em 15 de dezembro.

Para o secretário de Fazenda e Planejamento, Moacir Dantas Messias, o Refis oferece facilidades de pagamento ao contribuinte com um desconto de 100% dos juros e multas de mora ou de infração para pagamento integral. Explica ainda que a prorrogação visa beneficiar um número maior de contribuintes em débito com o fisco municipal atenuando assim o impacto da crise econômica que afeta o país e aos municípios.

Ele cita que no caso de parcelamento em seis meses a redução é de 80%; de 60% para 12 meses; 40% num prazo de 24 meses; 30% em 36 meses; 20% em 48 meses e 10% num prazo de 60 meses. O secretário observa que nas negociações de prazos de 48 a 60 meses, os contribuintes devem efetuar um pagamento inicial de 10% do valor do débito negociado. :: LEIA MAIS »

OURO ESCONDIDO POR NUZMAN NA SUÍÇA DARIA PARA PRODUZIR MEDALHAS ATÉ OS JOGOS DE 2028

Carlos Arthur Nuzman na chegada à sede da Polícia Federal, nesta quinta-feira (5). Foto: Gabriel Paiva

O Globo

Nesta quinta-feira (5), na operação que culminou a prisão temporária de Carlos Arthur Nuzman, presidente do COB, foram descobertas 16 barras de ouro, de 1kg cada, depositadas na Suíça, que, juntas, têm o valor aproximado de R$ 2 milhões.

Tais barras seriam o suficiente para produzir todas as medalhas douradas dos Jogos Olímpicos até 2028. E também poderiam ser produzidas mais de 2.600 medalhas de ouro.

“Enquanto os medalhistas olímpicos sonhavam com as medalhas de ouro, os dirigentes guardavam o ouro na Suíça”, disse Fabiana Schneider, procuradora da República, em coletiva nesta quinta-feira. :: LEIA MAIS »

VEREADORES MIRAM EM SAÍDA POLÍTICA APÓS CORTE DE GRATIFICAÇÃO DOS PROFESSORES

Professores e representantes dos sindicatos acompanharam a sessão na Câmara. Foto: Pedro Augusto.

Os vereadores de Itabuna vão pedir ao prefeito Fernando Gomes, que o governo volte a pagar Atividade Complementar (AC) ​​a todos os professores. A negociação política, proposta levantada por Ronaldão (PMN), “é a saída mais rápida e com menos sequelas para desfazer esse mal-entendido”, declarou Beto Dourado (PSDB) na Comissão de Educação nessa quarta (4). Outras opções citadas foram a apreciação do decreto pelo Plenário e a judicialização do pleito.

O corte de 20% do salário-base, a partir de setembro, afetou 500 docentes, segundo o sindicato da categoria. A presidente do Simpi, Carminha Oliveira, rebateu a motivação do Executivo quanto à extinção da vantagem para professores do 4º ao 9º ano e do EJA. No entendimento do Simpi, o adicional para todos os professores teria amparo legal e respaldo tanto em decisões do Tribunal Superior do Trabalho (TST) quanto da Suprema Corte. :: LEIA MAIS »

ILHÉUS: PRESO NA OPERAÇÃO CITRUS, EX-SECRETÁRIO KÁCIO BRANDÃO SERÁ SOLTO

Foto: Divulgação

O ex-secretário de Desenvolvimento Social de Ilhéus, Kácio Clay Brandão, preso durante a Operação Citrus, teve o pedido de liberdade atendido, em parte, pela justiça, na tarde desta terça-feira (3). Kácio deverá cumprir penas alternativas, mas deixará o presídio Ariston Cardoso, onde se encontra desde o dia 21 de março deste ano. As informações são do site Tabuleiro.

Kácio foi preso em março, ao lado de empresários e do ex-vereador e e ex-secretário Jamil Ocké, durante “Operação Citrus”, que investiga fraudes e superfaturamento em procedimentos licitatórios e contratos realizados pela Prefeitura Municipal de Ilhéus.

Já o ex-vereador Jamil Ocké teve o pedido de soltura aceito pela justiça em agosto.

POLÍCIA FAZ OPERAÇÃO EM PROPRIEDADES INVADIDAS PERTO DA FAZENDA DE GEDDEL

Policiais civis durante operação em fazendas no sul da Bahia. Foto: internauta

A polícia intensificou o policiamento na região de Itapetinga, no Sudoeste baiano, onde um grupo formado por cerca de 100 pessoas realizou novas ocupações e saques a fazendas vizinhas à do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), e na cidade vizinha de Itaju do Colônia, no Sul baiano, neste domingo (1º). A região está sob tensão desde o dia 23 de setembro, quando a Fazenda Esmeralda, de propriedade de Geddel e familiares, foi ocupada por índios que afirmam que a área é sagrada por haver nela cemitérios indígenas, o que é negado pelos advogados dos Vieira Lima, que já pediram a reintegração de posse na Justiça.

De acordo com o Sindicato Rural das duas cidades, o grupo estava armado e levou diversos objetos de valor das propriedades, como TVs, rádios, celas, arreios, facas e facões, e fizeram de reféns alguns funcionários das propriedades.

Em nota, o comando da PM informou que em Itapetinga “o policiamento foi intensificado com guarnições da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE), da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT) e da 8ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), além de realizar reuniões com a comunidade e atuar com abordagens preventivas nas estradas e rodovias”. “O mesmo está sendo realizado em Itaju do Colônia, com a intensificação do policiamento com guarnições da CIPE, CIPT e 63ª CIPM”. :: LEIA MAIS »




dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia