WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Dilma’

MICHEL TEMER DEIXA O DIA A DIA DA ARTICULAÇÃO POLÍTICA DO GOVERNO

O vice-presidente terá papel mais institucional na articulação entre os poderes. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O vice-presidente terá papel mais institucional na articulação entre os poderes. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Agência Brasil

O vice-presidente Michel Temer deixará o dia a dia da articulação política do governo, que comanda desde abril. Temer continuará atuando na articulação do Executivo com os demais poderes, com um papel mais institucional.

As funções do chamado varejo da articulação política, como a negociação de cargos e emendas parlamentares, ficarão sob a responsabilidade do ministro da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha, pelo menos até o dia 1° de setembro. Depois disso, o ministro deve passar a se dedicar exclusivamente à sua pasta.

A decisão de Temer foi comunicada à presidenta Dilma Rousseff na manhã de hoje (24). O vice-presidente e Eliseu Padilha participaram da reunião de coordenação política, com outros ministros, e depois permaneceram no gabinete para a conversa com Dilma.

Em entrevista após a reunião, os ministros do Planejamento, Nelson Barbosa, e das Cidades, Gilberto Kassab, defenderam a atuação de Temer no governo, independentemente da função que ele ocupe.

“O vice-presidente Temer tem sido vital na construção da agenda do governo e na sua aprovação no Congresso. Tenho certeza de que, em qualquer cargo ou função que entender melhor para seu desempenho, ele continuará sendo um importante agente de apoio, de construção e de contribuição”, disse Barbosa. Segundo ele, várias propostas foram melhoradas por contribuição ou sugestão do vice-presidente.

Temer assumiu as funções da Secretaria de Relações Institucionais em abril, diante do agravamento da crise entre o Palácio do Planalto e o Congresso Nacional. No período, ele foi responsável pela articulação da aprovação das medidas do ajuste fiscal na Câmara e no Senado.

“EU JURO QUE NÃO SABIA DE NADA!”

pedro arnaldoPEDRO ARNALDO MARTINS

Ao ler a manchete “O PT roubou demais e se esgotou”, da recente entrevista do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, a visão que me vêm à cabeça é da o saudoso Leonel Brizola (22.01.1922 – 21.06.2004), líder inconteste de uma geração de revolucionários, político honrado, homem de bem. Na citada visão, deparo-me com Brizola girando no túmulo discordando das afirmações de Lupi.

Ao afirmar que “a gente não quer ser um rato, que foge do porão do navio quando entra a primeira água, mas também não queremos ser o comandante do Titanic, que ficou no barco até ele afundar”, o pedetista parece se contradizer. Pois, até onde se tem público o mesmo foi expurgado do ministério e, mesmo sendo o avalizador do atual ministro do Trabalho, Manoel Dias, não se pode dizer que a participação do ex-ministro no “governo corrupto” foi passiva aos muitos doces que adoçaram a boca de tantas crianças do governo e do Planalto.

As afirmações do ex-ministro do Trabalho levam a duas reflexões. A primeira, de que roubar pouco pode, desde que, também seja sócio da “fábrica de chocolate”. E a segunda, que parece que só agora o presidente nacional do PDT descobriu que o PT rouba, ou que isso só está acontecendo no governo Dilma, isentando o “naco” de responsabilidade de Lula. Daí, de imediato, lembra-me uma frase do ex-presidente Luiz Inácio: “eu não sabia de nada!”.

O que no mínimo se esperava após a entrevista era uma reação dos petistas às afirmativas de Carlos Lupi, seja uma indignação, seja uma posição mais firme contra o PDT, nesse momento em que o governo aventa uma redução dos ministérios, ou até mesmo uma cara feia. Nada! Parece que os membros do Partido dos Trabalhadores começam a perceber que a casa caiu. Perguntar não ofende: quem cala, consente?

 

Pedro Arnaldo Martins é presidente do Diretório do PMDB de Itabuna.

DILMA CONSIDERA PROTESTOS DEMOCRÁTICOS

dilmaAgência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff considerou naturais de um país democrático os protestos contra ela e o governo ocorridos ontem (8), mas disse que não há razões para que o conteúdo dessas manifestações sejam pedidos de impeachment. “Aqui [no Brasil] as pessoas podem se manifestar. Eu sou de uma época em que se a gente se manifestasse, acabava na cadeia, podia ser torturado ou morto. Chegamos à democracia e temos que conviver com a manifestação. O que nós não podemos aceitar é a violência”, declarou em entrevista a jornalistas.

Enquanto o pronunciamento de Dilma à Nação era exibido, em cadeia nacional de rádio e TV, houve manifestações em diversas capitais do país, nas formas de panelaço e buzinaço. Pelas mídias sociais, foram registrados protestos desse tipo em regiões de Brasília, do Rio de Janeiro, de São Paulo, Belo Horizonte, Goiânia e Curitiba.

“Acho que há que caracterizar as razões para impeachment, e não o terceiro turno das eleições. O que não é possível no Brasil é a gente também não aceitar a regra do jogo democrático. A eleição acabou, houve primeiro e segundo turno. Terceiro turno das eleições, para qualquer cidadão brasileiro, não pode ocorrer a não ser que você queira ruptura democrática. Se se quiser uma ruptura democrática, eu acredito que a sociedade brasileira não aceitará rupturas democráticas”, destacou a presidenta.

Ela disse que quem convocar protestos pode organizar do jeito que quiser. “Ela [manifestação] vai ter as características que tiverem seus convocadores; agora, ela em si não representa nem a legalidade nem a legitimidade de pedidos que rompem a democracia.”

GOLPISTA DESASTRADO

O prefeito de Cruz das Almas, Raimundo Jean Cavalcante Silva, do PMDB, defende táticas pesadas de sabotagem para expulsar a presidente Dilma Rousseff do Palácio do Planalto. A estratégia do peemedebista é simplesmente bloquear as estradas e impedir o transporte de itens essenciais, como remédios e combustíveis

A ideia amalucada provocou reações de petistas. Para Marcelino Galo, o prefeito, que é médico, deve saber o que significa uma cidade desabastecida de remédios. O parlamentar apelidou Cavalcante de “golpista desastrado”.

DILMA INAUGURA APARTAMENTOS EM FEIRA

O governador Rui Costa e a presidente Dilma Rousseff entregam, nesta quarta-feira (25), dois residenciais do Programa Minha Casa Minha Vida, em Feira de Santana. Somados, os dois conjuntos habitacionais irão contemplar mais de 900 famílias.

A inauguração dos residenciais Solar da Princesa 3 e 4 acontece às 10 horas, no bairro Gabriela.

GASTAR SOLA DE SAPATO

Coluna Painel / Folha de SP

Dilma Rousseff inicia na próxima quarta-feira o programa de viagens para tentar recobrar a popularidade perdida em seus dois primeiros meses do segundo mandato. A presidente vai a Feira de Santana (BA), onde inaugura um grande conjunto habitacional do Minha Casa Minha Vida. A decisão de começar pelo Nordeste, reduto eleitoral da petista nas duas eleições, se deveu à queda brusca na avaliação na região, de 53% de ótimo e bom para 19% em fevereiro, segundo o Datafolha.

FOGO DE PALHA

Michel Temer e Eduardo Cunha

Como impulso, a tese do impeachment da presidente Dilma Rousseff arrebatou corações indignados. Mas não sobrevive à primeira reflexão séria.

Nas redes sociais, já circulam alertas sobre a cadeia sucessória do Palácio do Planalto. Com uma eventual cassação de Dilma, a presidência ficaria nas mãos do imaculado PMDB.

O primeiro da lista de mandatários substitutos seria o vice Michel Temer, sequenciado pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

Dada a ignorância, entre os mais empolgados com o impeachment havia quem imaginasse que o poder cairia no colo do tucano Aécio Neves, candidato derrotado nas últimas eleições presidenciais.

Never!

DE REPENTE, CÉSAR PODE IR PARA O PT…

Dilma entregou a caneta a César... Brevemente, ele poderá assinar a ficha

Dilma entregou a caneta a César… Brevemente, ele poderá assinar a ficha

A política é dinâmica, como a vida. Ainda mais em um tempo no qual as ideologias sucumbiram às conveniências e os partidos somente diferem no discurso.

Nariz de cera à parte, a notícia de que o ministro dos Portos, César Borges, deixou o PR e hoje está mais próximo do PT que de qualquer outra legenda, faz lembrar a velha e categórica afirmação do baiano de Jequié, de que “água e óleo não se misturam”.

Na época em que proferiu a frase, num palanque em Itabuna, Borges era do extinto PFL, convertido no DEM, e procurava estabelecer limites intransponíveis entre seu grupo e os petistas.

Hoje, como se sabe, o ex-governador da Bahia é ministro da cota de Dilma e está à deriva no que diz respeito à filiação partidária. O PT, depois de provar que tudo pode ser misturado, é uma opção.

CONVENÇÃO HOMOLOGA CANDIDATURA DE RUI COSTA

Lula convocou a militância a trabalhar pela vitória do correligionário (foto Divulgação)

Lula convocou a militância a trabalhar pela vitória do correligionário (foto Divulgação)

Em clima de festa, com a participação de mais de 10 mil pessoas no Parque de Exposições Agropecuárias de Salvador, foram homologadas ontem (27) as candidaturas de Rui Costa a governador, de João Leão a vice e de Otto Alencar a senador. A presença da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula aumentou a animação de grupos organizados que foram à convenção.

O evento reuniu militantes, deputados, prefeitos e lideranças dos partidos que apoiam o nome de Rui Costa para o governo. As legendas que realizaram suas convenções nesta sexta foram o PT, o PP, o PDT, PSD, PCdoB e o PTB, restando ainda o PR formalizar seu apoio ao candidato petista.

Num discurso emocionado, Rui Costa desconsiderou as pesquisas de intenção de voto divulgadas até o momento e afirmou estar confiante em uma vitória sobre os adversários ainda no primeiro turno. Garantindo que os militantes foram à convenção “sem receber dinheiro e sim por amor, confiança e agradecimento aos benefícios recebidos durante as administrações do ex-presidente Lula, da presidente Dilma Rousseff e do governador Jaques Wagner”, Rui mencionou realizações do atual governo, como o Água para Todos, “que deu acesso à água potável, de boa qualidade, a 4 milhões de baianos”, além de cinco novas universidades federais na Bahia,  construção e recuperação de 8 mil quilômetros de estradas e a entrega de 180 mil residências próprias, até dezembro, pelo programa Minha Casa Minha Vida.

O candidato ao governo do Estado entregou à presidente Dilma Rousseff um exemplar do seu Programa de Governo Participativo, informando que ali estava o resultado da participação de mais de 50 mil pessoas de toda as regiões da Bahia, com as ações que pretende implementar, de forma prioritária, a partir de janeiro de 2015, caso vença as eleições.

TODO CUIDADO É POUCO

gusdilmaOposição e governo se digladiam não mais apenas nos espaços convencionais, mas também no campo virtual. E diante da parcialidade reinante, cabe aos navegantes ficar de orelha em pé, atenção redobrada para as armadilhas existentes em toda parte.
Entre os opositores, a determinação é explorar ao máximo o momento de baixa popularidade do governo. Com o povo um tanto cismado, qualquer cutucada no poder faz um efeito nada desprezível, portanto a ordem é realçar os defeitos e, quando eles não existirem, inventá-los.

Foi assim em evento recente, no qual o comediante Gustavo Mendes (foto), que faz uma imitação engraçadíssima da presidente Dilma Rousseff, foi expulso do palco quando fazia show em praça pública na cidade de Búzios-RJ. Segundo rumores, o artista teria desagradado ninguém menos que a mãe do prefeito, a qual se assombrou com o teor apimentado das piadas e saiu do local às carreiras, exigindo que o filho gestor municipal mandasse encerrar aquela “esculhambação”.

Pois bem, o que não passou de uma crise de pudor, combinada com abuso de poder e censura, transformou-se de repente em instrumento de ataque nas mãos de um grupo que usa as redes sociais para contestar o governo federal. Ora, mas o que tem uma coisa a ver com a outra? Nada além da má-fé dos que operam para tumultuar o ambiente político, na expectativa de colher frutos eleitorais. De quebra, o prefeito de Búzios é do PSC, que até tem candidato a presidente da república.

Não é desnecessário observar que o outro lado é capaz de usar o mesmo expediente e já o utilizou bastante, diga-se de passagem. Inexistem santos nessa disputa, e o exemplo aqui trazido tem mais o objetivo de apontar o fato do que tachar seus autores como os únicos a se valer de mentiras e meias verdades para engrupir os incautos. Todo cuidado é pouco.

DILMA DESTACA INVESTIMENTO RECORDE NA AGRICULTURA FAMILIAR

dilma1Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (2) que o Plano Safra da Agricultura Familiar para o período 2014/2015, lançado na semana passada, tem investimento recorde, com R$ 24,1 bilhões, para financiar a produção, a modernização das propriedades rurais e a compra de máquinas e equipamentos.

“Uma coisa importante é que as taxas de juros continuam as mesmas da safra passada, entre 0,5% e 3,5% ao ano para o agricultor, chegando a 4% para as cooperativas. Além disso, os agricultores familiares contarão com um seguro, o Proagro [Programa de Garantia da Atividade Agropecuária], ainda mais eficiente. A partir de 2015, a cobertura do seguro vai ter como base a renda que o agricultor espera receber e não o custo da produção. Nós vamos garantir, então, 80% dessa renda bruta esperada, com limite de cobertura de R$ 20 mil, além do valor financiado.”

Em seu programa semanal Café com a Presidenta, Dilma informou que uma novidade desse plano é o Pronaf Produção Orientada para o agricultor financiar a produção sustentável de alimentos nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. “Pode também ser objeto do financiamento a melhoria na criação de aves e suínos e a automação na produção de leite, o que garante melhor controle sanitário. Todos os agricultores que quiserem adotar esse modelo de produção terão assistência técnica necessária. E o agricultor pode tomar até R$ 40 mil de financiamento e, se estiver em dia com o pagamento desse crédito, terá assistência técnica de graça.”

Leia mais

MÃOZINHA DE DILMA

pelegrinoEm pronunciamento nesta quarta-feira (28), no plenário da Câmara, o deputado Nelson Pelegrino (PT) – foto – fez sua análise da pesquisa do Ibope na Bahia. O levantamento colocou o petista Rui Costa em terceiro lugar, com 9%, atrás de Lídice, do PSB (11%) e Paulo Souto, do DEM (42%).

Na opinião de Pelegrino, a “fotografia do momento” não reflete a dinâmica da eleição. Observando que Dilma aparece na mesma pesquisa com 50% das intenções de voto, o deputado apostou que Costa será guindado pela candidata a presidente. Ele espera o mesmo efeito para Otto Alencar (PSD), candidato ao Senado na chapa encabeçada pelo petista.

DILMA DIZ QUE OBRAS TÊM “PADRÃO BRASIL”

Da Agência Brasil

A poucos dias do início da Copa do Mundo, a presidenta Dilma Rousseff rebateu hoje (27) as críticas sobre as obras que têm sido feitas para o Mundial. Segundo ela, a expressão “padrão Fifa” é uma forma equivocada de mensurar as obras no Brasil. A presidenta disse que as obras são “padrão Brasil”, pois ficarão para os brasileiros após a competição.

“Os aeroportos, vocês me desculpem, mas não são padrão Fifa, são padrão Brasil”. Segundo ela, os aeroportos estão sendo feitos para os brasileiros. De acordo com Dilma, os turistas e torcedores levarão de lembrança a imagem de que “somos um povo gentil, hospitaleiro, civilizado e afetivo” e não “aeroportos, estádios”, disse, em encontro com lideranças do PP.

No último dia 19, a presidenta Dilma Rousseff disse que os aeroportos estão preparados para receber os turistas na Copa do Mundo e que os brasileiros vão sentir orgulho dos terminais que estão sendo construídos, pois vão ficar como legado do Mundial.

GOVERNO DÁ SINAL VERDE PARA TRABALHO EM TEMPO PARCIAL

Folha

A presidente Dilma Rousseff já deu sinal verde para o comércio varejista fechar com os sindicatos de trabalhadores uma proposta de regulamentação do trabalho “part-time”: alguns dias por semana, à noite ou nos sábados, domingos e feriados.

A proposta, do Instituto para Desenvolvimento do Varejo, deve ser patrocinada pelo Executivo para facilitar sua aprovação no Congresso.

Durante reunião no IDV, a presidente disse que acionaria o ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência) para agendar reunião entre varejo, sindicalistas e governo, para fechar um consenso entre as partes.

Leia mais

ANATOMIA DE UM GOLPE À ESQUERDA

gerson-menezesGERSON MENEZES – publixcriativo1987@hotmail.com

“Ao contrário do que é utilizado pelos lutadores, que estão em desvantagem na luta, está sendo “aplicado” pelo PT no seu próprio fígado – que, pela anatomia humana, fica à direita do corpo”.

De tanto ver, em qualquer denúncia feita contra o seu governo, uma tentativa de golpe engendrada pelas “zelites de direita reacionária,” o PT desenvolveu, ao que parece, uma “explosão de anticorpos,” que agora está devorando as suas próprias entranhas. O “lulopetismo” do “Volta Lula” é a vacina antiderrota, com que o PT tenta se imunizar, contra a perda do poder arquitetada para durar vinte anos.

A “autofagia viral” que atinge o tecido político petista e devora a candidatura à reeleição da presidente Dilma Rousseff começou a dar sinais de atuação, logo no começo do mandato da presidente: – Dilma herdou e teve que manter todo o esquema de alianças partidárias; a maquiavélica partidarização da máquina de governo; a canhestra política internacional bolivariana; o defasado conceito econômico de priorização do mercado interno e a defesa dos portais da corrupção da máquina pública.

No desespero, diante do “pré-diagnóstico de falência múltipla de órgãos,” o PT geme as suas dores e vocifera, contra tudo e contra todos, culpando – ou querendo encontrar culpados – pela própria agonia. A próxima “fase terminal” está a depender, única e exclusivamente, dos resultados da seleção brasileira de futebol, na “Copa das Copas” (nem tanto pelos protestos aguardados e temidos, fora dos estádios).

Se o Brasil ganhar o hexacampeonato, é possível que a candidatura de Dilma tenha sobrevida – mesmo na UTI. Se o Brasil perder, a candidatura de Dilma será considerada “sem chances de sobrevivência” e levada ao isolamento, onde dará o seu último e solitário, suspiro. A própria presidente será levada à “eutanásia” e será instada a pedir pra sair.

GERSON MENEZES é publicitário.

Sorry. No data so far.




dezembro 2017
D S T Q Q S S
« nov    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia