WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘João Doria’

PREFEITO DE SÃO PAULO É ATINGIDO POR ‘OVADA’ EM SALVADOR

Prefeito João Dória é atingido por ovos em frente a Câmara de Salvador. Foto: Reprodução

O prefeito de São Paulo, João Dória, esteve em Salvador nesta segunda-feira (7), onde recebeu o título de cidadão soteropolitano, concedido pelo poder legislativo. Na chegada à Câmara Municipal, após ser recebido pelo prefeito da capital baiana, ACM Neto, Dória foi alvo de manifestantes, que jogaram ovos contra a comitiva. Um deles, acertou o prefeito paulistano.

Em um vídeo que circulou nas redes sociais, é possível ver o momento no qual um dos ovos atinge o prefeito.

Através de suas páginas oficiais na internet, Dória, repudiou a manifestação e atribuiu o ato a uma “minoria ruidosa e autoritária”. E completou “Não é esse o Brasil que queremos. Este tipo de violência só reforça meu desejo de que o Brasil avance unido”. :: LEIA MAIS »

TEMER APELA PARA ALCKMIN E DORIA PARA MANTER PSDB

‘PSDB vai apoiar reformas’, disse governador Foto: GABRIELA BILO / ESTADAO

‘PSDB vai apoiar reformas’, disse governador. Foto: Gabriela Bilo/Estadão

O presidente Michel Temer apelou ao governador, Geraldo Alckmin, e ao prefeito de São Paulo, João Doria, para que eles trabalhem no sentido de esvaziar o caráter deliberativo da reunião da Executiva ampliada do PSDB marcada para esta segunda-feira (12), e que pode definir a saída dos tucanos da base aliada ao Palácio do Planalto.

Após a vitória de Temer no julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na sexta-feira, o presidente, por meio de aliados e ministros do PSDB, pediu a Doria e a Alckmin que deem mais tempo a ele para reorganizar sua base e mostrar que o governo ainda tem força para aprovar as reformas defendidas pelo prefeito e pelo governador, principalmente a da Previdência. Dentro do próprio PSDB é dado como certo que Temer não conseguirá fazer as reformas sem o apoio dos tucanos.

O medo de Temer é de que a saída do PSDB do governo crie um “efeito manada”, na expressão de um senador do PMDB próximo a Temer, às vésperas de a Câmara dos Deputados analisar uma eventual denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente. Ou seja, a saída dos tucanos pode motivar outros partidos a seguir o mesmo caminho.

Na avaliação do Planalto, se os dois tucanos paulistas trabalharem para esvaziar a reunião desta segunda ou para cabalar votos pela permanência do PSDB na base, a vitória de Temer estará garantida na Executiva, que tem 17 membros, caso haja uma votação deliberativa.

Rumo a 2018 – Para auxiliares de Temer, as pretensões eleitorais de Alckmin e Doria favorecem um entendimento deles com o Planalto neste momento. A dupla também receia que a saída do PSDB da base governista leve o partido automaticamente para a oposição, o que favoreceria o PT e deixaria o governador numa posição de isolamento político para 2018. A ambos ainda interessaria manter Temer no cargo, ainda que com baixa popularidade, até 2018, quando um dos dois poderá ser o candidato a presidente. :: LEIA MAIS »

Sorry. No data so far.




agosto 2017
D S T Q Q S S
« jul    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia