WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘São José’

DIA DE SÃO JOSÉ SERÁ CELEBRADO COM MISSAS E PROCISSÃO EM ITABUNA

Tradicional procissão encerrará festividades do Dia de São José em Itabuna. Foto: Divulgação

Tradicional procissão encerrará festividades do Dia de São José em Itabuna. Foto: Jan Erick

O Dia de São José será celebrado neste domingo (19) pela Igreja Católica. O Santo, patrono da Igreja, protetor das famílias e dos carpinteiros, é também o padroeiro das cidades de Itabuna, São José da Vitória e Una, que fazem parte da Diocese de Itabuna.

As comemorações em Itabuna começam a partir das 5h, com a alvorada, seguida de Missa Festiva ministrada pelo Monsenhor Moises de Souza às 7h na Catedral.

Às 10h, acontece a solene Celebração Eucarística, com a entrega da Comenda Diocesana de São José. A missa será presidida pelo Administrador Apostólico Dom Ceslau Satanula.

À tarde, às 14h, acontecerá a Missa de Romaria e bênção de objetos. A Procissão Solene com a imagem de São José terá início às 16h e percorrerá as principais ruas da cidade. No encerramento, a Bênção do Santíssimo Sacramento.

O PREFEITO DE ITABUNA E O SANTO PADROEIRO

Ricardo artigo2RICARDO RIBEIRO

“Vida difícil essa de prefeito. Mas insistimos em ficar com a lucidez do bispo. Político não deve ser criticado por suas preferências religiosas, mas pela forma como governam. Nesse aspecto, aliás, haja penitências para nosso prefeito cumprir!”

O Monsenhor Moisés do Couto, pároco da Catedral de São José em Itabuna, criticou o prefeito da cidade, Claudevane Leite, por  mais uma vez não comparecer aos eventos em louvor ao santo. O chefe do executivo, evangélico, nunca foi à novena ou à procissão, disputada palmo a palmo por quem anda à caça de votos.

Por sua vez, o bispo diocesano Dom Ceslau Stanula, disse ter sido mal compreendido quando fez observações sobre a ausência dos políticos no novenário, em contraponto à sua expressiva presença no cortejo. Segundo o titular da diocese, os políticos devem ser criticados se não cumprem de maneira satisfatória os mandatos para os quais foram eleitos. Jamais por deixar de ir à missa ou à procissão.

Tem razão o bispo. Numa época em que a política está como nunca marcada pela mediocridade e desfaçatez, realmente não tem cabimento criticar um político por, até em prejuízo da própria popularidade, se abster de participar de um ato religioso fundamentado em suas convicções. E aqui a observação é precisamente para o prefeito de Itabuna, que é evangélico e se mantém firme na decisão de não fazer número em atos católicos.

Respeitar todas as manifestações religiosas e seus seguidores é obrigação do prefeito, que não foi eleito só pelos evangélicos nem apenas para governar para esse público. O respeito, no entanto, não implica na participação em celebrações que devem estar circunscritas a quem segue determinada religião.

Os apegados às liturgias do cargo certamente serão contra esse posicionamento, mas – entre a liturgia e a autenticidade – optamos por esta última. Afinal, gestos meramente cerimoniais e figurativos não têm nada a ver com atos de fé.

As críticas ao prefeito só não são de todo injustas porque, durante a campanha eleitoral, ele não se fez de rogado na hora de  recorrer a uma providencial visita ao bispo, com direito a foto. Naquele momento da disputa acirrada pelo poder, era imprescindível demonstrar que o candidato respeitava os católicos e, caso eleito, governaria para quem ora e para quem reza.

Claudevane Leite se elegeu e a ausência na primeira procissão após assumir o cargo foi vista por alguns católicos não só como desrespeito, mas também como falta de cortesia com D. Ceslau. Para afastar a pecha de intolerante, pouco tempo depois, ainda no primeiro ano de governo, o prefeito foi convencido a comparecer a um caruru em um terreiro de candomblé. E aí quem caiu de pau foram os evangélicos.

Vida difícil essa de prefeito. Mas insistimos em ficar com a lucidez do bispo. Político não deve ser criticado por suas preferências religiosas, mas pela forma como governam. Nesse aspecto, aliás, haja penitências para nosso prefeito cumprir!

POLÍTICOS PARTICIPAM DE NOVENA

Na semana passada, o bispo diocesano de Itabuna, Dom Ceslau Stanula, queixou-se da ausência dos políticos nos eventos referentes ao Dia de São José, padroeiro da cidade. O novenário em louvor ao santo começou no dia 10 e terminou ontem (18). Hoje, feriado municipal, acontece concelebração eucarística, missa solene e a tradicional procissão, que sai da catedral às 16 horas.

Interessante notar que, nesta quarta-feira (18), uma leva de políticos com mandato mostrou as caras na igreja para ouvir a homilia do bispo. Entre os fiéis, estavam o vice-prefeito de Itabuna, Wenceslau Júnior, o deputado estadual Augusto Castro e os vereadores Aldenes Meira, César Brandão, Joilson Rosa, Nadson Monteiro e José Silva.

A expectativa é de que hoje, na última missa da programação, o bispo aplique um puxão de orelha na turma que exerce mandatos eletivos. Não apenas porque Dom Ceslau tem feito isso nos últimos anos, mas especialmente porque o tema da festa de São José em 2015 pegou carona no mote da Campanha da Fraternidade da CNBB: “Servir, eis a nossa missão”.

Uma mensagem a ser compreendida por todos. Notadamente pela classe política.

politicosnamissa

CATÓLICOS ENCERRAM NOVENÁRIO A SÃO JOSÉ

saojose

Com a Solene Concelebração Eucarística de aniversário de dedicação da Igreja Catedral, os católicos itabunenses encerram nesta terça-feira, 18, o novenário em preparação à Festa de São José, cujas solenidades transcorrem amanhã (19).

A concelebração, programada para as 19 horas, será presidida pelo bispo Dom Ceslau Stanula, com a presença de padres, religiosos e religiosas do clero local, além de autoridades convidadas, representando os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário.

Segundo o Monsenhor Moizés de Souza, para o dia do padroeiro a expectativa é de que milhares de fiéis acorram à Catedral para participar dos atos litúrgicos, que terão início às 7 horas com a Missa Festiva. Para as 10 horas, está programada a Solene Concelebração Eucarística presidida pelo bispo Dom Ceslau Stanula, com a participação do arcebispo de Feira de Santana, Dom Itamar Vian, que será o pregador oficial da Festa de São José. Às 16 horas sairá da Catedral a tradicional Procissão de São José.

ITABUNA REALIZA NOVENÁRIO DE SÃO JOSÉ

missa

Iniciado na segunda-feira, 10, o novenário em preparação à festa de São José, padroeiro de Itabuna, prossegue até a próxima terça, 18. Durante as nove noites que antecedem o Dia de São José, os fiéis católicos são estimulados a se tornar mais participativos na comunidade paroquial.

“É em torno do altar que celebramos toda nossa existência, desde o nascimento até o seu último momento na Terra. Portanto, o novenário de São José é uma oportunidade para refletirmos sobre como estamos pondo em prática o nosso compromisso batismal de fazer crescer o reino de Deus em nossa paróquia, enquanto comunidade que celebra, por meio da escuta da palavra, da partilha e do acolhimento”, afirma o pároco da Catedral, Monsenhor Moisés de Souza.

O encerramento do novenário acontece com a Solene Concelebração Eucarística de Aniversário da Dedicação da Catedral, comandada pelo bispo Dom Ceslau Stanula. No dia de São José, 19 de março, a programação terá início às 5 horas, com alvorada festiva. Às 7 horas será celebrada missa pelo pároco da Catedral.

A Solene Concelebração Eucarística está programada para as 10 horas, presidida pelo bispo Dom Ceslau Stanula e tendo como pregador o arcebispo de Feira de Santana, Dom Itamar Vian. Ao final da celebração, será entregue a Comenda de São José. À tarde, a partir das 14 horas, acontece a Missa de Romaria. Em seguida, sairá a Solene Procissão de São José. 

FESTIVIDADES DE SÃO JOSÉ COMEÇAM NA SEGUNDA-FEIRA

As missas acontecerão na Catedral de São José

As missas acontecerão na Catedral de São José

A comunidade cristã católica itabunense está mobilizada para iniciar na próxima segunda-feira (10) o novenário em preparação à Festa de São José, padroeiro da Catedral, da Cidade e da Diocese de Itabuna. Este ano, atendendo à proposta de estudo da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (Estudos da CNBB 104 “Comunidade de Comunidades: uma nova paróquia”), os fiéis leigos, membros de pastorais, movimentos e associações religiosas das 14 paróquias que integram o Vicariato Centro da Diocese, bem como representantes dos diversos segmentos da sociedade civil organizada, estão sendo convidados a refletir o tema “A Comunidade Paroquial é o Centro da Vivência Cristão”.

Para a noite de abertura do novenário, na segunda-feira (10), estão sendo convidados para a celebração eucarística, às 19 horas, a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, do bairro do mesmo nome, e a Paróquia do Senhor do Bomfim, do bairro Jardim Primavera. Também é esperada a participação da Comunidade Santa Cecília, do movimento do Terço dos Homens, coroinhas, da Pastoral do Dízimo, taxistas, motoqueiros e bancários.

Segundo o pároco da Catedral e coordenador geral da Festa de São José, Monsenhor Moizés de Souza, a expectativa é que até o dia 19 de março, milhares de fiéis, inclusive das outras 19 paróquias do interior da Diocese de Itabuna, acorram à Igreja-Mãe para participarem das festividades do padroeiro.

“Por seu caráter diocesano, a Solenidade do Glorioso São José, tradicionalmente, costuma atrair fiéis de várias cidades do Sul da Bahia que, irmanados numa só fé e tendo o pai adotivo de Jesus como modelo de obediência e humildade, vêm celebrar louvores ao Deus Altíssimo, transformando Itabuna num centro de convergência da comunidade católica regional”, argumenta o Monsenhor.

A programação da Festa de São José terá sequência na terça-feira, 11, com a 2ª noite do novenário para a qual estão sendo convidados a participar as paróquias de Santa Inês e de Nossa Senhora Aparecida, além das Associação das Senhoras de Caridade, Sociedade de São Vicente de Paulo, Cursilho de Cristandade, Apostolado da Oração, Caminho Neocatecumenal e Comunidade Canção Nova. A celebração cintará ainda com a presença da Escola Lua Nova, Escola Curumim, Escola Pio XII e Escola Carrossel.

No dia de São José, 19 de março, a programação terá início às 5h com alvorada festiva. Às 7 horas acontece a Missa Festiva, presidida pelo pároco da Catedral, Monsenhor Moizés. A Solene Concelebração Eucarística, presidida pelo bispo diocesano, Dom Ceslau Stanula, e que terá como pregador o arcebispo de Feira de Santana, Dom Itamar Vian, está marcada para as 10 horas. Ao final da celebração, será entregue a Comenda de São José. À tarde, a partir das 14 horas, acontece a Missa de Romaria. Em seguida, sairá a Solene Procissão de São José. No encerramento, será ministrada a benção do Santíssimo Sacramento.




dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia